Menu
logo
  • santa_barbara_01
  • santa_barbara_02
  • santa_barbara_03
  • santa_barbara_04
  • santa_barbara_05
  • santa_barbara_06
  • santa_barbara_07
  • santa_barbara_08
  • santa_barbara_09
  • santa_barbara_10
  • santa_barbara_11
  • santa_barbara_12
  • santa_barbara_13
  • santa_barbara_14
  • santa_barbara_15
  • santa_barbara_16
  • santa_barbara_17
  • santa_barbara_18
  • santa_barbara_19
  • santa_barbara_20
  • santa_barbara_21
  • santa_barbara_22
  • santa_barbara_23
  • santa_barbara_24
  • santa_barbara_25
  • santa_barbara_26
  • santa_barbara_27
  • santa_barbara_28
  • santa_barbara_29
  • santa_barbara_30
  • santa_barbara_31
  • santa_barbara_32
  • santa_barbara_33
  • santa_barbara_34
  • santa_barbara_35
  • santa_barbara_36
  • santa_barbara_37
  • santa_barbara_38
  • santa_barbara_39
  • santa_barbara_40
  • santa_barbara_41
  • santa_barbara_42
  • santa_barbara_43
  • santa_barbara_44
  • santa_barbara_45
  • santa_barbara_46
  • santa_barbara_47
  • santa_barbara_48
  • santa_barbara_49
  • santa_barbara_50
  • santa_barbara_51
  • santa_barbara_52
  • santa_barbara_53
  • santa_barbara_54
  • santa_barbara_55

Das profundezas da terra aos píncaros da alta sociedade, Santa Bárbara é a história de Gabriela, uma jovem a quem tiram tudo e que regressa para tudo reconquistar. Ao mesmo tempo, é a história de uma esquecida vila portuguesa do interior que vai encontrar um novo fôlego com a reabertura de umas antigas minas de ouro. Tal como a nossa protagonista, que irá passar das maiores provações às maiores riquezas em busca de um amor perdido, também a vila de Santa Bárbara irá ser o centro de todos os acontecimentos e de todos os amores e ódios, conflitos e sonhos, dramas e felicidades.

A vila fictícia de Santa Bárbara, em tempos votada ao esquecimento, volta a estar no mapa com a reabertura oficial das suas antigas minas de ouro, explorada por um consórcio liderado pela poderosa Antónia Vidal, uma mulher que subiu na vida à custa de dois casamentos que terminaram mal para ambos os maridos – o primeiro morreu num acidente no mínimo suspeito e o atual morre às suas mãos, logo após a inauguração da mina que agora fica sob o controle exclusivo de Antónia e dos seus caprichos.

Contudo, com a morte do patriarca, Alexandre, o enteado de Antónia que vivia no Porto, regressa a Santa Bárbara. Se as circunstâncias desta visita seriam apenas para o funeral do pai, quando Alexandre conhece Gabriela, a jovem mineira da terra, tudo vai mudar. Sobretudo quando os dois ficam presos num túnel da mina, após um desabamento, onde o facto de estarem ambos a correr risco de vida os irá ligar para sempre.

O amor que cresce entre Alexandre e Gabriela irá ser posto à prova quando Antónia começar maquiavelicamente a conspirar a ruína da mineira, que irá ser incriminada e internada compulsivamente numa clínica psiquiátrica, após uma explosão na mina que custa a vida ao seu próprio pai mas também a Fernando, o único filho de Antónia, a verdadeira responsável por aquela fatalidade. Separada de Alexandre e do seu filho, David, sozinha e sem aparentes hipóteses de continuar a sua vida naquela terra, a não ser fechada no hospício, Gabriela vai ter de fugir e desaparecer.

Sete anos depois, Santa Bárbara está irreconhecível. Com um campo de golfe e um hotel de luxo, repovoada com uma população jovem e empreendedora, com turismo rural, museu arqueológico das antigas minas romanas, praias fluviais com desportos aquáticos e grandes vivendas de férias de classe alta. E é a esta nova Santa Bárbara que uma igualmente nova Gabriela regressa.

Depois de anos no estrangeiro onde conquistou uma fortuna, Gabriela está de volta, decidida não só a vingar-se de Antónia como também a repor a justiça e a paz naquela vila, sem nunca esquecer Alexandre e a esperança de reconquistar o seu amor perdido.